Menu fechado

Medicamentos usados nos tratamentos de Reprodução Assistida

Medicamentos Especiais para Reprodução Assistida

Nos tratamentos de Reprodução Assistida é bastante comum a prescrição de medicamentos para estímulo ovariano, que visam obter mais óvulos e com mais qualidade durante um determinado período, aumentando a capacidade fértil da mulher.

Medicamentos para estimular o crescimento dos folículos

As medicações injetáveis, chamadas de gonadotropinas ou gonadotrofinas, são as mais importantes utilizadas nos tratamentos de reprodução assistida, pois são as que levam aos melhores resultados.

Esses hormônios podem ser obtidos através de duas fontes: da purificação dos hormônios naturais de mulheres menopausadas (gonadotrofinas purificadas), como o Menopur e Merional; ou, os produzidos em laboratório (gonadotrofinas recombinantes), como o Gonal e Puregon.

As doses produzidas são variáveis de acordo com cada laboratório e existem medicações só com FSH, só com LH, ou a combinação destes dois hormônios em proporções específicas.

Leia mais: Indução de ovulação e as Gonadotrofinas

Medicamentos para controlar a ovulação

Os medicamentos bloqueadores da ovulação são utilizados principalmente nos tratamentos de maior complexidade. Eles impedem que a ovulação ocorra antecipadamente e que os óvulos não sejam perdidos antes da coleta para os procedimentos. Existem duas categorias: os GnRH agonistas (Gonapeptyl) e os GnRH antagonistas (Cetrotide e Orgalutran).

A escolha de um ou outro é indiferente e vai depender de cada caso e do profissional que trata da paciente. Os agonistas são administrados antes do início da estimulação ovariana. Enquanto, os antagonistas são aplicados de cinco a seis dias após o início da indução da ovulação.

Medicamentos para maturação dos óvulos

Entre outros medicamentos importantes está a gonadotrofina coriônica humana (hCG), que imita a ação do LH produzido pelo organismo e finaliza a maturação ovular, como Choriomon e Ovidrel. Deve ser utilizada em todos os tratamentos de fertilização assistida, desde o coito programado até a fertilização in vitro. Na primeira hipótese, definem o melhor momento para o ato sexual ou inseminação artificial; na segunda, os óvulos são coletados 35 horas após a medicação ser injetada na paciente.

Medicamentos para suporte hormonal

Após a fertilização ser concluída, alguns tratamentos ainda necessitam de suporte hormonal, mas isso será decidido pelo médico, que indicará a melhor forma de administrar a progesterona.

Para o preparo do endométrio para receber a gestação, são utilizadas medicações que mimetizam a função do estrogênio (engrossar o endométrio – camada interna do útero) e/ou da progesterona (aumentar a produção de secreção das glândulas como fonte de energia para o futuro embrião) no ciclo menstrual.

Medicamentos utilizados nos tratamentos de fertilidade

NOME COMERCIAL PRINCÍPIO ATIVO DOSAGEM LABORATÓRIO
Cetrotide Acetato de Cetrorrelix 0,25mg Merck
Choriomon-M Gonadotropina Coriônica 5000UI UCB Biopharma
Crinone Progesterona 90mg Merck
Elonva Alfacorifolitropina 100 e 150mcg Schering-Plough
Femara Letrozol 2,5mg Novartis
Fostimon-M Urofolitropina 75UI e 150UI UCB Biopharma
Gonal-F Alfafolitropina 75UI a 900UI Merck
Gonapeptyl Daily Acetato de Triptorrelina 0,1mg/ml Ferring
Luveris Alfalutropina 75UI Merck
Menopur Menotropina 75UI a 1200UI Ferring
Merional HG Menotropina 75UI UCB Biopharma
Orgalutran Acetato de Ganirrelix 0,25mg Schering-Plough
Ovidrel Alfacoriogonadotropina 250mcg Merck
Pergoveris Alfafolitropina + Alfalutropina 150UI a 900UI Merck
Puregon Pen Betafolitropina 300UI e 600UI Schering-Plough
Rekovelle Deltafolitropina 12, 36 e 72mcg Ferring

Consulte um especialista em reprodução humana

Os medicamentos para estímulo ovariano devem ser aplicados seguindo todas as indicações médicas e apenas no período indicado evitando, entre outros efeitos, a síndrome da hiperestimulação ovariana.

O tipo de medicação e a dosagem varia de acordo com as características e condições da mulher, como idade, níveis hormonais e reserva ovariana, por isso o tratamento exige um acompanhamento médico. Somente o especialista em reprodução humana é capaz de analisar e conduzir essa importante etapa no tratamento da reprodução assistida.

Fontes: Centro de Fertilidade de Ribeirão Preto, IPGO Medicina de Reprodução, Mater Prime Clínica de Reprodução Humana

Adquirir Medicamentos Especiais para Reprodução Assistida

Como adquirir Medicamentos para Reprodução Assistida?

Por se tratar de medicamentos de alta complexidade, que exigem um tipo diferenciado de armazenamento, os medicamentos para reprodução assistida não são encontrados facilmente em farmácias comuns. É preciso que o estabelecimento tenha uma infraestrutura preparada para armazenar e manter intactas as propriedades desse tipo de medicamento.

Por isso, aqui na Sol Medicamentos Especiais nós contamos com uma infraestrutura de alto padrão para monitorar todo o processo, desde a aquisição dos medicamentos junto aos laboratórios até a entrega final ao consumidor. Consultar preços de Medicamentos para Reprodução Humana.

Conte com a Sol Medicamentos Especiais nessa importante etapa do seu sonho!

Atendimento Sol Medicamentos Especiais
(11) 4133-1600 | (11) 94166-5575
solmedicamentos.com.br

Acompanhe nosso conteúdo nas redes sociais!  Facebook | Instagram | LinkedIn

As informações contidas têm caráter informativo e não devem ser usadas para autodiagnóstico ou para substituir as orientações do médico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SOL DISTRIBUIDORA DE PRODUTOS HOSPITALARES E FARMACÊUTICOS LTDA / CNPJ: 21.367.184/0001-00 / IE 206.363.515.112
Rua Mario Quintana, 54, Conjunto A, Melville Empresarial I e II / Alphaville / Barueri-SP, CEP: 06485-350 – Telefone (11) 4133-1600
Farmacêutico Responsável: Dra. Maria Izabel Salatino de Bem Vidal – CRF-SP – 77673

Filial Espírito Santo
Avenida João Francisco Gonçalves, 100, Sala 12, CEP: 29111-300, Bairro Cobilandia, Cidade Vila Velha-ES
Responsavel técnico: Chiara Pavesi Mai Nunes - CRF-ES 1751