Menu fechado

Contrave: Anvisa aprova medicamento para tratamento da obesidade

Anvisa aprova Contrave para tratamento da obesidade

A Merck, empresa líder em ciência e tecnologia, anuncia a aprovação pela ANVISA de Contrave (bupropiona e naltrexona) para o tratamento de obesidade e sobrepeso relacionado à comorbidades.

A bupropiona e a naltrexona possuem poucos efeitos no peso corporal se usadas isoladamente, mas, em conjunto, e na dose máxima permitida, conseguiram promover perdas de peso próximas a 7% nos seus diferentes estudos de fase 3.

“Estamos felizes em anunciar a chegada de mais uma opção de tratamento para pessoas com obesidade no Brasil. Esperamos que o mecanismo de ação, que auxilia na perda de peso sustentável, e a posologia, de uso oral, possam ajudar as pessoas em suas jornadas de tratamento”, explica Luiz Magno, diretor médico da Merck.

O novo medicamento tem como objetivo ajudar os pacientes a alcançar a perda de peso precoce e sustentável, visando os comandos de fome e recompensa do cérebro. “Quando falamos de tratar a obesidade, é preciso um olhar além do emagrecimento. Alguns grupos de pessoas com obesidade podem ter padrões anormais de alimentação e apresentar alterações de comportamento com relação à comida, e isso precisa ser levado em conta na hora da escolha tratamento”, complementa Luiz.

Contrave é indicado como um tratamento complementar a uma dieta saudável, com baixas calorias e aumento da atividade física para o controle de peso crônico em adultos com um índice de massa corporal inicial (IMC) de: 30 kg/m2 ou mais (obesos) ou 27 kg/m2 ou mais (excesso de peso) na presença de pelo menos uma comorbidade, como por exemplo, hipertensão, diabetes mellitus tipo 2 ou dislipidemia.

Contrave® combina dois componentes: um utilizado para depressão e cessação do tabagismo, outro, usado para dependência de álcool e opioides. Seu alvo é o hipotálamo e o sistema de recompensa mesolímbico para ajudar os pacientes a controlar a alimentação. O tratamento se mostrou eficaz tanto em ajudar os pacientes na perda, quanto na manutenção de peso.

O medicamento, aprovado pela Anvisa, já havia sido aprovado pelo EMA (European Medicines Agency – Agência de Medicamentos Europeia) em 34 países europeus e nos EUA pelo FDA (Food and Drug Administration – Agência Federal do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos) e possui um perfil de segurança e tolerabilidade altamente estudado. Contrave também já foi aprovado em outros países da América Latina como Chile, Peru, Colômbia e Equador.

Evidência clínica

Os dados de ensaios clínicos dos estudos COR-I, COR-BMOD e COR Diabetes mostraram que os pacientes que tomaram Contrave perderam aproximadamente 2 a 4 vezes mais peso do que com dieta e exercício isolados. Também registraram reduções significativamente maiores na circunferência média da cintura em 56 semanas: aproximadamente 7 centímetros com Contrave® + dieta e exercício.

Ainda segundo os estudos, para pacientes com comorbidades relacionadas ao peso, a perda de peso com Contrave® pode oferecer benefícios adicionais à saúde como melhora significativa no teste de hemoglobina glicada (A1C) em pacientes com diabetes tipo 2.

No Brasil, a medicação somente poderá ser utilizada mediante prescrição médica. Isso é importante porque a medicação possui indicações e contraindicações bem estabelecidas, sendo que os prós e contras devem ser cuidadosamente discutidos com o médico.

Apesar de já ter sido aprovada pela Anvisa, a combinação de naltrexona com bupropiona estará disponível nas farmácias somente ao longo do primeiro semestre de 2022.

E vale destacar que sobrepeso e obesidade são doenças crônicas e, por isso, seu tratamento deve ser por longo prazo. O paciente nunca deve parar de usar uma medicação sem antes conversar com seu médico. E esse é um grande desafio nos dias de hoje, pois a suspensão do medicamento se associa ao reganho do peso perdido.

E, claro, a alimentação saudável e exercícios regulares são – e sempre serão – a base do tratamento antiobesidade. O uso concomitante de medicamentos é uma ferramenta extra que auxilia na maior perda e na manutenção do peso eliminado ao longo prazo.

Fontes: Veja Saúde, SEGS e ANVISA

 

Assuntos Relacionados:

Semaglutida: estudo mostra eficácia no tratamento da obesidade

Liraglutida no tratamento do diabetes e controle da obesidade

SOL DISTRIBUIDORA DE PRODUTOS HOSPITALARES E FARMACÊUTICOS LTDA / CNPJ: 21.367.184/0001-00 / IE 206.363.515.112
Rua Mario Quintana, 54, Conjunto A, Melville Empresarial I e II / Alphaville / Barueri-SP, CEP: 06485-350 – Telefone (11) 4133-1600
Farmacêutico Responsável: Dra. Maria Izabel Salatino de Bem Vidal – CRF-SP – 77673

Filial Espírito Santo
Avenida João Francisco Gonçalves, 100, Sala 12, CEP: 29111-300, Bairro Cobilandia, Cidade Vila Velha-ES
Responsavel técnico: Chiara Pavesi Mai Nunes - CRF-ES 1751