Menu fechado

Endrocrinologia e o segredo do equilíbrio dos hormônios

O endocrinologista é o médico mais indicado para o tratamento de doenças ligadas aos distúrbios hormonais. Entre elas, a mais comum é a obesidade.

O andamento normal do tratamento é iniciar com a solicitação de exames e, se o resultado apontar que existe alguma alteração hormonal, poderá indicar o uso de medicamentos.

Os remédios indicados podem servir para controlar a tireoide, para diminuir o apetite, a absorção de gorduras, acelerar o metabolismo ou diminuir a retenção de líquidos, o que pode ser uma grande ajuda na luta contra a balança.

Outras doenças que o endocrinologista trata

Além de ser muito indicado para o tratamento da obesidade e excesso de peso, o endocrinologista também é o médico mais indicado para tratar certas alterações hormonais como:

  • Problemas de tireoide como Bócio, Doença de Graves e Tireoidite de Hashimoto;
  • Problemas de crescimento como baixa estatura ou gigantismo;
  • Síndrome dos ovários policísticos;
  • Distúrbios da adolescência como puberdade precoce ou crescimento das mamas nos meninos;
  • Osteoporose ou osteopenia;
  • Reposição hormonal da Menopausa ou Andropausa;
  • Doenças da glândula suprarrenais, como insuficiência adrenal ou síndrome de Cushing;
  • Doenças da hipófise, uma glândula do cérebro;
  • Excesso de pelos;
  • Acne;

Quais os sintomas das doenças mais comuns em endocrinologia?

Obesidade – o acúmulo de gordura no organismo pode levar a várias doenças, desde diabetes até problemas de locomoção e pressão alta, por exemplo. Havendo um problema de metabolismo relacionado ao ganho de peso, o endocrinologista poderá indicar o tratamento adequado para que o corpo absorva seus nutrientes da maneira correta, além de prescrever moderadores de apetite, quando for o caso. 

Tireoide – a glândula, localizada no pescoço, é responsável pela produção de um hormônio que regula o funcionamento de todo o organismo. Ter uma tireoide funcionando de maneira “preguiçosa” ou muito “acelerada” provoca uma série de alterações e sintomas, como ganho ou perda de peso, cansaço persistente, queda de cabelos, alterações na menstruação, insônia ou sono excessivo, cãibra, inchaço no pescoço, entre outros. 

Crescimento – crianças com crescimento abaixo do esperado para sua idade ou ainda de maneira rápida e desordenada podem ter como causa alterações hormonais.

Diabetes – a grosso modo, diabetes é o excesso de açúcar no sangue. A glândula responsável pela produção de insulina, o hormônio que “quebra” as moléculas de glicose, o pâncreas, não produz ou produz de maneira insuficiente a insulina.

A diabetes pode ser tanto uma doença silenciosa (sem sintomas) quanto provocar sintomas como sede excessiva, vontade frequente de urinar, cansaço, perda ou ganho de peso muito repentinas, alterações na visão e tonturas.

Osteoporose –é caracterizada pela fragilidade dos ossos, que podem se quebrar com maior facilidade. Apresenta-se na velhice, mas pode ter fatores que antecipem ou favorecem seu aparecimento, como consumo excessivo de álcool e falta de atividade física

Pode ser causada ainda por problemas hormonais ou deficiência de vitamina D que impedem a fixação do cálcio consumido na alimentação, fazendo com que o corpo utilize o cálcio presente nos ossos e cause seu enfraquecimento. 

Acne e excesso de pelos em mulheres – presença de pelos em lugares incomuns, como rosto, peito, abdômen, crescimento dos músculos, acne em excesso podem indicar presença excessiva de hormônios masculinos. O acompanhamento com um endocrinologista poderá equilibrar a presença destes hormônios no corpo feminino.

Qual a importância do diagnóstico médico em endocrinologia?

Como os hormônios têm papel importantíssimo no funcionamento do organismo, um diagnóstico correto com um endocrinologista é de fundamental importância.

Qualquer tipo de alteração hormonal pode causar mudanças significativas na saúde, no bem-estar e na qualidade de vida de uma pessoa.

Além disso, a automedicação em casos de problemas hormonais pode ter consequências sérias e de difícil tratamento.

Somente o médico endocrinologista está habilitado para prescrever o tratamento correto, que devolverá o equilíbrio ao organismo do paciente, levando-o a ter uma vida mais saudável.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SOL DISTRIBUIDORA DE PRODUTOS HOSPITALARES E FARMACÊUTICOS LTDA / CNPJ: 21.367.184/0001-00 / IE 206.363.515.112
Rua Mario Quintana, 54, Conjunto A, Melville Empresarial I e II / Alphaville / Barueri – São Paulo (SP) CEP: 06485-350 – Telefone (11) 4133-1600
Farmacêutico Responsável: Dra. Adriana Lopes Duarte / CRF-SP 62138